Tiny Soul Concert #10 – Sara Alhinho (10 Mar 2019)

A música é uma das manifestações mais ricas e universais da cultura cabo-verdiana. O Batuque, a Cola, a Coladeira, o Funaná e a Morna são exemplos da riqueza desta identidade musical que refletem com intensidade “as alegrias e tristezas, a terra e o mar, a solidão e a festa, a saudade e o amor” de um povo que nos tem enriquecido culturalmente.

É no meio desta riqueza cultural e no seio de um forte legado familiar musical que Sara Alhinho nasce e emancipa-se para deixar a sua marca na história que o seu nome carrega.

Foi seguindo a melhor das tradições de Cabo Verde que Sara aprendeu a tocar de ouvido e com uma voz doce e profunda, acompanhada da sua fiel guitarra, assina as suas próprias composições. Cresceu no regaço da Morna e ao colo da Coladera, de tocatina em tocatina, absorvendo a essência da cultura cabo-verdiana tal qual a Raiz de Polon.

Sara Alhinho cresceu e criou a sua identidade musical nas tertúlias organizadas por sua mãe, Tété Alhinho, e teve desde cedo o privilégio de ter privado com os grandes da música de Cabo Verde, absorvendo assim a essência da cultura musical cabo-verdiana.

O próximo Tiny Soul Concert apresenta Sara Alhinho e o seu mais recente trabalho, "Ton di Petu", lançado em Maio de 2018. "Ton di Petu" nas palavras da autora, “é um pouco do meu sentir espelhado em temas inéditos da minha autoria, com raízes nos ritmos tradicionais e uma roupagem mais actual. Este novo projecto nasceu de vários momentos de diálogo com a minha guitarra.”


DONATIVOS

Sugerimos um donativo de 15€; com este valor as despesas do evento ficam cobertas (temos vinho e tapas à disposição) e garantimos um valor de 5€ por convidado para a causa social (não ficamos com lucros). Donativos superiores serão, naturalmente apreciados. Caso não possas contribuir com o valor proposto, por favor coloca essa indicação na tua reserva (este fator não afeta a reserva - os lugares são atribuídos por ordem de chegada).

Não temos MB no local.

CAUSA SOCIAL:

O PER 11 é um bairro na periferia da Alta de Lisboa, o último daquele programa de realojamento a ser implementado na zona. Foi neste bairro, com muito poucas respostas para a comunidade, que se reuniu em 2010 um grupo de moradores com o objectivo inicial de ocupar os jovens com atividades mais saudáveis e socialmente úteis, afastando-os de comportamentos de risco (vandalização dos espaços públicos, venda de estupefacientes, consumo e tráfico de droga). Legalmente constituída em 2014, a Associação de Moradores do PER 11 tem continuado o seu trabalho essencialmente com os jovens mas integrando toda a comunidade sempre que possível, promovendo um maior encontro entre os percursos de vida de crianças, jovens, adultos e idosos, como indivíduos e como comunidade, na troca de experiências e socialização das diferentes gerações.

As atividades desta associação com os mais novos têm incluído o desporto, com o futebol na primeira linha, mas também a dança, o teatro, o apoio ao estudo e sobretudo, uma humanidade no trato, uma sensibilidade que inclui de forma respeitosa as diferentes culturas e etnias que integram esta comunidade, promovendo a adaptação, o sentimento de pertença, o desenvolvimento do potencial de cada criança para além das limitações das suas condições sociais e económicas.

A Associação PER 11 tem pouca presença online, mas isso em nada diminui a qualidade do trabalho que desenvolvem com estes jovens e acreditamos que a existência virtual não se deve sobrepor à existência real. A associação está aberta a quem os quiser visitar e saber mais sobre o seu trabalho. E lá estarão para conversarem connosco e convosco no próximo dia 10 de Março.

Já reservaste?

SOBRE O LOCAL

A Fábrica do Braço de Prata é uma referência em Lisboa, um projecto cultural irreverente que colocou uma das zona da cidade mais degradadas e esquecidas no mapa cultural da cidade. Hoje em dia é um dos espaços culturais mais relevantes de Lisboa, um dos que mais promove os artistas portugueses. Este espaço e o seu mentor, Nuno Nabais, são verdadeiros exemplos de resiliência numa época em que a cultura tem infelizmente um papel subvalorizado na nossa sociedade.

Foi com imenso prazer que vimos a Fábrica do Braço de Prata aceitar sem reservas o nosso convite para ser o local anfitrião do próximo Tiny Soul Concert.

Esperamos por vós na sala Prado Coelho no edifício da Fábrica do Braço de Prata no próximo dia 10 de Março.

Contacto telefónico e Whatsapp para informações e reservas:

+351 925 494 219 | +351 919 452 815

DOM // 10 Mar 2019
16h00 – 18h30



Reservar